18.11.09

Num cais decadente estão sentadas duas silhuetas, olham para um barco à vela que passa muito longe

Avô: Eu já tive.
Neto: Eu nunca.

Avô: Eu sei.

Neto: Eu quero.
Avô: Eu sonho.

3 comentários:

paula disse...

obrigada, duvidei que aceitasse

Sylvia Beirute disse...

bom material. um dia faremos algo juntos.

Tiago Taron disse...

Sylvia "Beirute" (viva Nantes!), o material que comentou não é meu, só escrevi em diálogo um desafio de escrever um texto com as cinco frases desse diálogo. Pensei em M. Duras e foi fácil, entretanto fui ver o seu blogue por causa do seu desafio ("um dia faremos algo"), vou dar muito trabalho, mas vou lê-lo e depois volto.